Quero ser minimalista!!

By Thais Brandao - agosto 13, 2015


Oii pessoinhas esses tempinhos que tive livre usei para descobrir novos blogs e muitas das blogueiras desses blogs são minimalistas. Fui dar uma busca no google sobre o que significava, como surgiu e por quê as pessoas queriam ser minimalistas. A busca foi muito interessante, aprendi bastante e faz pouco tempo que decidi aderir à ele. Novidades são sempre bem vindas, decidi compartilhar o que aprendi com vocês.

O que é minimalismo?

        Substantivo masculino
                 1. Princípio de reduzir ao mínimo o emprego de elementos ou recursos.

A história do minimalismo
Teve início no século XX meados de 1960, nos Estados Unidos com um conjunto de movimentos artísticos e culturais tendo como base, elementos como artes visuais, design e música. Os artistas que seguiam esse principio realizavam diversas obras, dentre elas, esculturas, pinturas sempre utilizando poucos materiais e cores, mas abusavam das formas geométricas, simetria e outros. 
Por quê resolvi ser minimalista?
Tenho vários motivos, mas vou tentar colocar uma resposta simples, sou muito apegada aos materiais, e isso não é bom, pelo menos para mim. O apego do bem material poderia ser bem mais aplicado às pessoas, próximas ou não - nesse quesito estou bem - mas há pessoas que necessitam mais da minha ajuda, que outras. Desapegar das coisas, pessoas e sentimentos que são desnecessários me faz mal. Vivo uma nova fase na minha vida e crescer espiritualmente está na frente de qualquer material. Ver um lado bom em tudo, até nas pessoas que entraram/ entram e que irão entrar na nossa vida é essencial para a alma. Vai por mim, quando você perdoa/desapega de algo você muda e as pessoas irão notar.
Mas vai com calma!
Se você acha que uma pessoa minimalista vai deixar de comprar roupas da moda, maquiagem, andar desarrumado ou sei lá mais o que, desculpe, mas você está enganado. Minimalistas gostam sim de moda, maquiagem, algo de boa qualidade, comprar e tals. Continuamos sendo uma pessoa normal, a diferença é que pensamos muito bem antes de comprar qualquer coisa, e não seguimos a moda cegamente, conforto é essencial e prioridade. Vai levar tempo, o ser humano não se acostuma com grandes mudanças em pouco tempo, mas depois vai virando hábito e o que tínhamos dificuldade em algo, acaba virando rotina e nem percebemos.

Aqui vai uma frase que estou levando pra vida: "Os seres humanos que se apegam demasiados aos valores materiais são obrigados a reencarnar incessantemente até compreenderem que ser é mais importante que ter."
                                                                                           Buda

Então pessoinhas, espero que tenham gostado do post, fiz ele com muito carinho. Se tiverem alguma dúvida podem comentar que ficarei grata em responder. E vocês já pensaram em ser minimalistas?

Pessoas do meu coração, eu adoro ler o que vocês querem ver aqui e/ou o que acharam do post. Por isso não deixem de comentar!!

 Me acompanhe no Facebook 💙 Instagram 💙 YouTube

  • Share:

You Might Also Like

10 comentários

  1. En el arte minimalista, la obra no puede ser comprendida en su totalidad sin un discurso teórico...como tu acabas de hacer muy bien, thais. Sopela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apesar de só ter colocado o básico do básico, espero que a mensagem tenha ficado clara e objetiva.. Obrigada por ter compreendido e pelo comentário.
      Beijos!

      Eliminar
  2. http://images.guggenheim-bilbao.es/src/uploads/2012/05/Koons_J_Tulipanes-560x435.jpg. SOPELA

    ResponderEliminar
  3. nto 47 de 62 recuperados | Realizar nueva busqueda | Resultados de la búsqueda PrimeroAnteriorSiguienteÚltimo
    Datos del artista
    Exposiciones individuales
    Exposiciones colectivas
    Museos/colecciones
    Bibliografía
    Obra del artista

    MORAZA PÉREZ, Juan Luis
    (Vitoria-Gasteiz, Álava, 1960)
    Escultura, Instalaciones. Bilbao (Bizkaia), Madrid


    Su formación artística discurre en la Universidad del País Vasco, en la Facultad de
    Bellas Artes, donde ejerce la docencia entre 1983 y 1990. Más tarde es invitado por
    la Universidad de Cuenca, la Universidad Nacional de la Plata (Argentina), la Universidad de
    Tirana (Albania) o la École d'Art de Marseille para impartir diferentes cursos y seminarios.
    Ha pronunciado conferencias en universidades como la de Buenos Aires y la Universidad
    Internacional Menéndez Pelayo, a la vez que ha participado, como ponente, en
    numerosos congresos y seminarios. En 1995 es profesor de Escultura de la Facultad de
    Bellas Artes de Pontevedra, en la Universidad de Vigo.
    Su actividad como profesor se complementa con la publicación de libros, ensayos,
    catálogos o artículos, y la organización de seminarios y comisariado de exposiciones.
    A lo largo de su trayectoria artística ha recibido diferentes premios y menciones, en
    1983 y 1984 en el certamen Gure Artea, en 1989 las Juntas Generales de Álava le
    conceden el Premio de Escultura para la adjudicación de Estatua Pública y en 1997 es
    premiado en la Bienal de Lleida.
    Puede ser considerado uno de los principales exponentes de la llamada «Nueva
    escultura vasca» junto a Txomin Badiola, Ángel Bados y Pello Irazu. Con María Luisa
    Fernández funda, en 1979, CVA (Comité de Vigilancia del Arte) que estará activo
    hasta 1985.
    Su obra parte del constructivismo y de los planteamientos escultóricos de Jorge
    Oteiza, para evolucionar hacia el minimalismo y el arte conceptual bajo la influencia
    de Bruce Nauman y Joseph Beuys. El marcado espíritu experimental de sus obras refleja
    una preocupación por hallar otros formatos escultóricos y nuevas proyecciones
    espaciales. A través de la materia y su personal manera de representación, Juan Luis
    Moraza ensalza el valor de la memju oria y de las ideas en el significado del objeto
    escultórico, evidenciando una clara intención poética.

    Esta artista tiene relación con el minimalismo y Es amigo de tu padre y mio.sopela

    ResponderEliminar
  4. https://m.facebook.com/MinimalismoBrasil. Sopela

    ResponderEliminar
  5. Era uma pessoa minimalista e não sabia. Vai por mim, levar a vida leve é o melhor estilo de viver <3 muita luz no seu caminho! :*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acontece às vezes hahah.. Tens toda razão pois é melhor mesmo e o resultado então, nem se fala.. Muita luz pro nosso caminho!!
      Beijoos!!

      Eliminar
  6. Estou tentando aplicar o minimalismo na minha vida até conseguir ter o estilo de vida minimalista, eu me inspiro muito na Marieli, do compra-se um fusca, ela da ótimas dicas.

    ResponderEliminar

Awnn, muito obrigadaaa por comentar e em breve irei te responder.

Se quiser saber qual foi a minha resposta é só clicar em "notificar me".
Beijos!! 💜💜